“O Cravo e a Sepultura”

“Olhar para aquela propriedade deixava-o desanimado.

Pensar que já fora algo de grandioso, imponente, invejado por uns e desprezado por outros.

Agora, limitava-se a ser um pequeno pedaço de terra, bonito, é certo, mas estéril.

Contava-se apenas uma árvore”

“Nesses tempos fora uma propriedade desmesuradamente grande, governada com punho de ferro por um homem com poucos ou nenhuns escrúpulos.

O seu interesse era que a propriedade produzisse riqueza para a poder gastar com as suas inúmeras amantes, amigos, enfim, uma corja tão ou mais baixa que ele próprio.”

In “O Cravo e a Sepultura”, “Pequenas Histórias para Entreter” à venda em http://www.bubok.pt

Anúncios

3 responses to ““O Cravo e a Sepultura”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s