“O Cravo e a Sepultura”

“O Cravo e a Sepultura”

"Pequenas Histórias para Entreter"

“Começara devagar, é certo, já que o dinheiro era pouco, mas começara.

Comprara a pequena Propriedade da Cruz, como era conhecida por causa da sepultura.

Esgotara todo o dinheiro que tinha poupado, mas não se arrependia. Aliás, a compra da Propriedade da Cruz fora mais do que oportuna, já que sucedera numa altura da sua vida em que tudo o que se possa imaginar corria mal.

Mais que nunca, desejava fugir de tudo e de todos, isolar-se, e a Propriedade da Cruz permitia-lhe fazer isso como nenhum outro lugar no mundo.

Dificilmente se esqueceria da primeira noite que ali passara, até porque nem fora capaz de dormir. Sentia- -se como um soldado vitorioso a festejar o fim da primeira batalha de uma guerra que sabia poder vencer.

Passara a noite sentado à janela, olhando para o céu estrelado mas progressivamente encoberto, até se ver apenas a luz brilhante e branca da Lua.

E foi precisamente nessa noite que se apercebeu da presença, distinta e impossível de ignorar, da sepultura.

Até àquela noite, a cruz nada mais era do que a única marca da presença de um túmulo. Mas, de repente, tudo mudara.

Era, de facto, um elemento estranho e, aparentemente, deslocado do cenário. Não tinha qualquer identificação, era impossível saber quem ali repousava.

Mas o mais estranho de tudo era o facto de ser solitária.”

in “Pequenas Histórias para Entreter” à venda em Bubok.pt

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s