A Solteirona Incompetente

“A Solteirona Incompetente”

Lola

Licenciada em história, entende que isso demonstra a sua superioridade em relação aos outros, mesmo sobre aqueles que, tal como ela, concluíram com sucesso o percurso universitário.

Inveja quem obtém o sucesso profissional, classificando-os como corruptos inaptos que ascenderam na carreira graças a favores e não à competência.

Acha que o facto de ser solteira é uma vantagem em termos profissionais face aos que têm filhos e não compreende a transformação que se opera nas pessoas quando passam a ter uma família; no entanto, nunca se voluntaria para fazer “horas extraordinárias” e considera-se vítima de perseguição quando o trabalho a obriga a exceder o horário.

Carmo, a irmã de Lola

Ciente das limitações de Lola, Carmo tenta tirar o maior partido possível das fragilidades intelectuais da irmã: convencendo-a que ela tem uma obrigação acrescida para com o clã, já que é solteira, responsabiliza-a pelos investimentos e pela gestão necessários à manutenção da propriedade rural, bem como por parte da educação das suas próprias filhas.

Não consegue admitir que as filhas sigam um percurso de vida diferente do seu e pretende que continuem as tradições e o “legado” da família.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s