“O Homem da Vida Dela”

“O Homem da Vida Dela”

“O que fazer quando, num acesso de aparente loucura, se resolve que a grande história de amor da nossa vida é tão pouco conhecida, mesmo daqueles que, connosco, a viveram de perto?

Quando percebemos que ela tem que ser contada para que continue viva, pese embora esteja já reduzida a uma breve nota de rodapé da nossa vida?

Noutro aparente acesso de loucura, pedimos permissão ao ex-companheiro para a partilharmos com o mundo. E como a vida não para de nos surpreender, ao contrário do que esperaríamos dele, mostrando-nos que, afinal, nunca o conhecemos, ele concorda. Ele diz que sim. Não só nos dá permissão para a contar, como está convicto que a nossa história, doa a quem doer, agrade ou não, tem que ser contada. Para ser mantida viva, mas também para servir de exemplo.

Que fazer então?

A esta altura já saltámos o abismo e não há qualquer hipótese de voltar atrás. Temos que a contar.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s