Dia Mundial da Poesia

Dia Mundial da Poesia

Ao Bardo Druida

“Sonata ao Teu Ser”
“Quero…
Bordar a tua vida no pano da minha
Quero gravar a história do teu ser num grão de areia
Esculpir a tua alma em dentes-de-leão 
Quero talhar o teu olhar na água do mar
Pintar a tua voz no ar que respiro
Quero imprimir o teu aroma numa pétala de um cravo
Esboçar o teu tacto na lava de um vulcão
Quero moldar o sabor do teu sorriso na copa das árvores
Recortar o som das tuas palavras no pó das estrelas
Quero tecer o teu contorno na luz da Lua
Entrançar o brilho da tua pele nos raios do Sol
Quero orquestrar a textura do teu cabelo numa pauta de seixos
Compor o teu silêncio numa sinfonia da cor do orvalho
Quero escrever a temperatura dos teus beijos na doçura de um fruto silvestre
Executar as tuas lágrimas uma valsa de pólenes
Quero fotografar a inquietude da tua paz numa película de nuvens
Projectar a calma do teu fulgor num aguaceiro
Quero colorir a melodia da tua respiração na gentileza das marés
Declamar a doçura da tua ausência na calma de uma fraga
Quero cantar a macieza da tua paixão na imensidão das asas de uma joaninha
Erguer a fragilidade da tua coragem num castelo de penas de pavão
Quero…”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s