“A Fadinha da Asa Partida”

"A Fadinha da Asa Partida"

“A Fadinha da Asa Partida”

À venda em www.bubok.pt

http://www.bubok.pt/libros/4162/quotA-Fadinha-da-Asa-Partidaquot

Camila, Catarina e Carolina encontram uma pequena fada, a Flor, que tem uma asa partida. As três amigas procuram ajuda para tratar a asinha partida, mas nenhum dos adultos consegue ver a pequena Flor, pelo que não acreditam nas três meninas. Depois de correrem toda a cidade, as meninas começam a pensar que não serão capazes de curar a Flor e assim devolvê-la ao mundo das fadas. No entanto, acabam por encontrar dois adultos que são capazes de ver as fadas, Miguel, um professor especialista em dragões, e o seu amigo, Gabriel, um físico entendido em fadas. Miguel e Gabriel conseguem curar a Flor e ajudam as meninas a devolvê-las ao seu mundo das fadas.

 

“– Assustada com o quê? – perguntou o pai, entrando no quarto. Baixou-se e apanhou a pequena boneca.

– Porque é que esta menina hoje dorme no chão? – disse, atirando-a para dentro da cama.

Carolina saltou e correu para a pequena caminha, levantando a bonequinha rapidamente. O pai olhou-a, espantado.

– Não podes fazer isso pai! A cama hoje é para a Flor. E ela já está a dormir. – Flor não acordara apesar de a boneca quase lhe ter acertado.”

– Muito bem, Catarina, Carolina e Camila. Estavam muito zangadas com os adultos quando eu cheguei… – as três amigas gostaram logo do Miguel. Ele até tinha um ar de quem era capaz de derrotar um dragão e salvar a princesa da torre…

– Temos um problema. – disse Carolina.

– Os dragões existem mesmo? – perguntou Camila, interrompendo a amiga. Sabia o que ela ia dizer, mas primeiro era preciso fazer um teste ao Miguel. Estava tão cansada de adultos que não acreditavam em fadas que já não queria contar a história da Flor a ninguém.

– Claro.

É verdade que já são muito poucos, que moram longe e que são muito difíceis de ver, mas existem. – o Dr. Marques riu-se e despediu-se. Quando o filho começava a falar de dragões, era coisa para durar um dia inteiro e ele tinha o consultório cheio de crianças à espera de guloseimas…

– E tu já viste algum?                                                                                  

– Ao longe, quando era pequeno, mais ou menos da vossa idade. – respondeu Miguel para grande surpresa das três amigas e de Flor. Era a primeira vez que ouvia falar de um humano que já tinha visto um dragão.

– E fadas? Também existem fadas? – perguntou Catarina.

– Vocês nunca viram nenhuma? – Miguel estava intrigado. – É estranho…

– Nós já vimos.”

in “A Fadinha da Asa Partida” por Fada Madrinha

À venda em www.bubok.pt

http://www.bubok.pt/libros/4162/quotA-Fadinha-da-Asa-Partidaquot

Feio Terenas na Blimunda

Feio Terenas Na Blimunda

A propósito dos 150 anos das Bibliotecas de Lisboa

 

Feio Terenas na edição de 18 de Novembro da revista Blimunda, da Fundação Saramago.

Texto de Andreia Brites

Para ler na íntegra em

http://saramago90anos.files.wordpress.com/2013/11/blimunda_18_novembro_13.pdf

 

Diapositivo1